Natal: tempo de agradecer

Foi dada a largada oficial para as comemorações de fim de ano. O Natal já está à porta e, certamente, você terá muitas comemorações, confraternizações, preparativos e correria pela frente.

Diferente de anos anteriores, gostaria de focar minhas postagens desse ano em você, a adulta da relação, rsrs. Costumava focar nas crianças, no calendário do advento, na lista de versículos e nas diferentes atividades para elas. Bom, isso tudo está aqui no blog ainda, e você pode encontrar recursos nesse sentido clicando aqui. Mas, decidi não produzir conteúdo novo nesse sentido.

Esse ano, eu quero mesmo é saber de você! Como fica o seu coração nessa época do ano? Em que você se concentra? Nós até postamos memes fofos em inglês dizendo “Jesus is the reason for the season” etc e tal, mas, será que o nosso coração está de fato mais focado nisso, ou nas festas que precisamos preparar, nas comidas que queremos fazer, nos presentes que precisamos comprar ou queremos ganhar?

Nas próximas quatro semanas, vamos explorar isso. Vamos, juntas, agradecer, ajustar o foco, adorar e refletir. Espero, de coração, que durante e ao final desse período, possamos concluir e viver NA PRÁTICA a realidade de que Jesus é melhor e maior do que a correria, do que as festas, do que as comidas deliciosas, e do que as nossas próprias expectativas sobre essa época do ano.

Começamos hoje a pensar sobre agradecer.

“Sim, grandes coisas o Senhor fez por nós, e por isso estamos alegres.” (Salmo 126:3)

Bem grudado com o Natal, está o Dia de Ação de Graças, cada vez mais celebrado aqui pelo Brasil também. Em casa, mantemos a tradição de comemorar esse dia em família, com um jantar simples, mas gostoso (esse ano ele deu errado, inclusive. Isso a Globo não mostra, mas errei feio no meu tradicional purê de mandioquinha, e as crianças deram um trabalho pra comer que quase arruinou a celebração #bastidoresdavidareal), a Ester gosta de fazer desenhos para enfeitar a mesa com seus motivos de gratidão e, ao final, nós abrimos nosso Pote da Gratidão e lemos os motivos que tivemos para agradecer durante o ano (leia mais sobre ele aqui).

Confesso que, com o passar dos anos, tenho gostado cada vez mais disso. As crianças se envolveram ainda mais esse ano, vibravam com cada papelzinho, lembravam das coisas com alegria, foi tão legal! Tanto que, quando o pote ficou vazio, nós quatro oramos, um de cada vez, e as crianças pediram para guardar tudo no potinho e ler todos eles de novo! Hehehe

Quando nos envolvemos ativamente na disciplina espiritual da gratidão, Deus nos direciona para olhar as coisas sob um outro ângulo: aquele que reconhece que Ele cuida de nós e está no controle da nossa vida. Nessa perspectiva, mesmo diante de dificuldades e orações não respondidas nós podemos agradecer, pois reconhecemos que o nosso Deus bondoso não dorme, não esquece de nós, e tem feito grandes coisas! Por isso, estamos alegres.

Ainda que você e sua família não celebrem o Dia de Ação de Graças, comece a preparar o coração para o Natal agradecendo. Nós, como povo de Deus, temos sempre um motivo pelo qual não devemos nunca parar de agradecer: somos livres, perdoadas, redimidas! E é à luz dessa nossa identidade que devemos viver, e ser gratas não só nessa época, mas durante o ano todo.

Mas, e quando o Natal fica cinza?

“Mesmo não florescendo a figueira e não havendo uvas nas videiras, mesmo falhando a safra de azeitonas e não havendo produção de alimento nas lavouras, nem ovelhas no curral, nem bois nos estábulos, ainda assim eu exultarei no Senhor e me alegrarei no Deus da minha salvação”. (Habacuque 3:17-18)

Talvez você esteja com o coração apertado. Será a primeira vez (ou segunda, ou décima, isso importa?) que o seu Natal terá um lugar vazio à mesa. Seu pai, sua mãe, seu cônjuge, um filho, outro parente ou amigo querido que morreu. Sei que durante o ano todo, momentos de saudade e tristeza voltam quando vivenciamos a perda de alguém querido. Mas, nos períodos de festa, essa dor parece voltar um pouco mais forte, não é?

Ou então, o seu Natal está cinza porque você tem orações não respondidas. Alguém está doente, o emprego é incerto, o dinheiro não dá até o fim do mês, o filho está rebelde, relacionamentos estão quebrados e, enquanto todos se alegram, você sofre por dentro uma dor que não quer compartilhar, afinal, agora é período de festa, não de lamentação!

Hoje, o meu coração está com você. Orei por você hoje de manhã. E quero te encorajar a olhar para o Natal como ele realmente é, pois isso pode acalentar o seu coração. A doença, a morte, a incerteza, não faziam parte do plano original de Deus. E é por isso que elas doem. O pecado dói! E suas consequências também. Enquanto vivermos nesse mundo caído, não temos outra escolha a não ser padecer essa dor. Mas, sabe? Foi JUSTAMENTE por isso que Jesus veio. Celebrar o Natal é celebrar o nascimento daquele que Deus prometeu que viria para esmagar a cabeça da serpente, para derrotar o mal, a morte, a doença, a incerteza e toda a angústia que vivemos nesse mundo.

Portanto, renove sua alegria na certeza e esperança que o Natal nos traz, de que isso, um dia, VAI PASSAR! Toda lágrima, toda dor, Ele vai enxugar. Já sabemos disso, esse final é certo. Para aqueles que creem em Jesus como Seu único e suficiente Salvador, o sofrimento tem dia para acabar. Não sabemos o dia, mas descansamos debaixo das asas Daquele que sabe! E isso é tudo o que precisamos saber.

Ainda que tudo esteja virado do avesso na sua vida, ou ainda que a dor da saudade de alguém querido ameace roubar a sua alegria no Natal, a minha oração é que a sua alegria e gratidão venha do Senhor. Alegre-se no Deus da Sua Salvação. Ele enviou Jesus, Emanuel, Deus Conosco, para operar a Sua obra redentora na Terra. Ele viveu, morreu, e carregou sobre Ele o peso do nosso pecado. Já está consumado! E Ele irá cuidar de você, como sempre tem feito.

Jesus é melhor

“Depois de nos purificar de nossos pecados, sentou-se no lugar de honra à direita do Deus majestoso no céu, o que revela que o Filho é muito superior aos anjos, e o nome que ele herdou, superior ao nome deles”. (Hebreus 1:3b-4)

Podemos, ainda, agradecer a Deus pelo fato de que Jesus é melhor e suficiente! Melhor que os anjos, melhor que os sacerdotes e profetas que o antecederam, melhor que nossas tentativas vãs de nos aproximarmos de Deus ou de tentarmos obter o Seu favor.

Jesus é melhor, e muito maior. E é com essa deixa e com esse motivo de gratidão que eu quero que você entre nessa época de Natal, assim que dezembro chegar oficialmente!

Jesus também é melhor que o Papai Noel, e essa, minhas amigas, é uma verdade que precisamos inculcar com todas as letras desde muito cedo para as nossas crianças. Quer sejam nossos filhos, irmãos, alunos ou o que for! Podemos sim curtir a decoração dos shoppings, comprar presentes, ficar ansiosas para comer bem e preparar ceias deliciosas, esconder presentes e até montar a árvore de Natal! Mas, Jesus é melhor que o Papai Noel, e elas precisam saber disso! E nós não podemos nos esquecer de que Ele é melhor do que tudo isso junto!

Gosto muito de uma música em inglês chamada “If Jesus was like Santa Claus”, do Jimmy Needham. Fiz uma tradução e adaptação livre dela, veja só:

Se Jesus fosse o Papai Noel

Se Jesus fosse o Papai Noel
e o céu fosse um shopping,
todos correriam para vê-lo,
a fila daria a volta no quarteirão!
Se alguém lhe trouxesse um pirulito,
Ele daria um jeito de alimentar toda a multidão.

Se Jesus fosse igual ao bom velhinho,
eu estaria na lista dos malvados!
Porque tudo de bom que tento fazer,
não se pode comparar com todo o
mal que fiz…
Ele voaria bem longe da minha casa,
a manhã de Natal seria uma decepção!

Todo ano, todo ano, seria a mesma coisa:
Nenhuma festa, amigo secreto.
Debaixo da árvore? Nada para mim.

Mas, Jesus não é o Papai Noel!
Porque, mesmo que eu o desobedeça,
Ele pega o mal que eu mereço
e prega com Ele na cruz!
Até o pior de nós pode aproximar-se Dele,
e nunca mais sentir-se sozinho de novo,
Porque Jesus não é o Papai Noel.

Um belo lembrete para o nosso Natal, com ou sem crianças! Jesus é melhor. E, na próxima semana, vamos que ver que Ele também é melhor do que a correria insana na qual nos envolvemos nessa época do ano, e melhor do que a comilança desenfreada em que tão frequentemente nos engajamos. Preparem-se! Ehehehe

Ah! Esse texto é uma síntese do que postei no meu instagram durante essa semana (@filipensesquatrooito). Se tudo der certo, vou tentar fazer essa síntese para publicar aqui todas as semanas, mas, se você tem instagram, me segue lá, assim você pode acompanhar essas e outras coisas com mais agilidade!!!

E… foi TÃO legal ver a onda de gratidão lá no Instagram usando o template dos motivos de gratidão, e ele sendo usado até nos jantares desse mundão afora, que vou disponibilizar aqui três recursos para enfeitar o seu Natal!

Clique aqui para baixar gratuitamente:
1) O seu template de gratidão, afinal, não é porque o Dia de Ação de Graças passou que você não vai mais agradecer, né? Usa no Natal, oras!
2) O cartão com a letra da música “Se Jesus fosse o Papai Noel”, se quiser usar no Natal ou mesmo aproveitar para colocar em algum presente ou em mensagens de fim de ano;
3) E… um template bônus! Hehehe… uma folha com 8 cartõezinhos decorados e com versículo, que você pode usar para montar o seu calendário do advento, ou mesmo para usar como mini tags nas suas muitas lembrancinhas e presentes natalinos e de fim de ano.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s